Pouso

Pousei por livre vontade
na palma da sua mão
E agora você decide
se é liberdade ou prisão.

quarta-feira, 20 de julho de 2011

L'amitié

História que ouvi por aí...

Estava um mendigo a pedir esmolas numa praça, quando, por pura maldade (daquela maldade inevitavelmente humana de, ao perceber alguém mal, ajudar a piorar) dois rapazes começaram a perturbar o pobre homem. Começaram com ofensas, provocações e não demoraram muito para que partissem para a agressão. Um cachorro que passava a trotes lentos, diante da cena, avançou nos dois garotos que saíram mais covardes que um gatinho de rua. 
Dali por diante, o cachorro não mais deixou de seguir o mendigo. Passaram-se anos e aquele animal fora o único ser vivo que se dispôs a acompanhar o homem, homem só, só homem, no mundo. 
Certo dia, na mesma praça onde costumava pedir, um mendigo foi convidado por um passante para comer um cachorro-quente, como forma de esmola. Ao pegar o alimento, o mendigo sentou num banco, tirou a salsicha e deu ao cachorro, começando a comer somente o pão. Assistindo à cena, o homem que havia comprado o lanche, se aproximou:
- Eu comprei um cachorro-quente pra você e você dá a salsicha a um cachorro?
O mendigo respondeu:
- Para o melhor amigo, o melhor pedaço.

Não sei se o mendigo leu O Pequeno Príncipe, mas "Tu te tornas eternamente responsável..."

Feliz Dia do Amigo, pra quem realmente sabe ter e sabe ser.