Pouso

Pousei por livre vontade
na palma da sua mão
E agora você decide
se é liberdade ou prisão.

sábado, 21 de fevereiro de 2015

Hoje é o tempo do menino

Hoje é o tempo do menino.

Branco é o futuro,
como o primeiro gosto de humanidade.

Breve é o berço,
como os primeiros danos.

Leve é a alma,
como os pueris sonos.

Do menino
o relógio é ainda vazio.

O tempo somente promete:
hoje, branco, breve, leve.

Nenhum comentário:

Postar um comentário